(47) 3025-4832

Incêndios em vegetação cresceram 452%

Comparação é feita de 1 de janeiro a 15 de abril deste ano com o mesmo período de 2019 quando os registros saltam de 21 para 95


Os bombeiros Voluntários de Joinville (CBVJ) sentiram um crescimento de 452% no número de incêndios em vegetação no período de 1 de janeiro até 15 deste mês quando comparado com o mesmo período de 2019. Neste ano, os bombeiros foram acionados 95 vezes para conter o fogo ateado em áreas roçadas, capim e pastagens e que saiu de controle. No ano passado, no período compreendido entre 1 de janeiro a 15 de abril, as guarnições foram acionadas 21 vezes.

Mesmo quando a comparação é feita somente entre os meses deste ano o índice de crescimento é alarmante. Desde o começo de 2020, os bombeiros atenderam 291 incêndios em nove categorias, quando somente o fogo em vegetação representou 32% dos chamados. O cenário é mais grave quando contabilizado somente o período de 1 de março a 15 de abril: 85% dos incêndios em vegetação se concentraram nestes 45 dias.

Na análise dos bombeiros, estes acidentes são resultados da ação direta da população como o descarte de bituca de cigarro ainda acesa e o costume de fazer a limpeza de terrenos e eliminação de lixo ateando fogo. “Além de uma prática condenável sob o ponto de vista ambiental, coloca em risco a segurança das pessoas e das residências próximas das áreas atingidas pelo fogo”, alerta o comandante do CBVJ, Carlos Kelm. “O princípio de incêndio deve ser evitado em qualquer circunstância”, reforça.


Exemplos dessa condição é que não faltam. No dia 24 de março passado, o CBVJ empenhou 17 bombeiros com apoio de dois caminhões de combate a incêndio, duas unidades tanque, resgate veicular, ambulância e unidade para transporte de pessoas para combater o fogo em uma extensa área de pasto no bairro Paranaguamirim, zona Sul da cidade. Foi preciso acionar a equipe da aeronave Águia da 2ª Cia. do Batalhão de Aviação da PMSC, que utilizou o bambi bucket para conter as chamas se alastravam para próximo das residências. Os bombeiros trabalharam quase duas horas para extinguir os focos.

COMPRE PRODUTOS E SERVIÇOS NO SEU BAIRRO !

Os fatores “culturais” do aumento no número de incêndios em vegetação são potencializados pela estiagem, especialmente em março e abril. As estações do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de SC (Epagri/Ciram), localizadas nos dos bairros Vila Nova e Pirabeiraba, registraram 16 dias com chuva em março e 5 dias neste mês. “Mesmo assim, o índice pluviométrico foi baixo e mal distribuído”, observa a meteorologista Marilene de Lima. “Há períodos longos, de até 11 dias, sem registro algum de chuva nestes meses.” Cuide do meio ambiente │Evite queimadas

– Evite o acúmulo de lixo em locais que não sejam apropriados, como terrenos baldios. Faça o descarte por meio do serviço contratado pela Prefeitura; – Evite acender fogueiras em áreas de vegetação; – Evite queimar mato e resto de lixo; – não jogue pontas de cigarro pela janela, nem as deixe sobre móveis ou atire-as em terrenos baldios ou nas margens de rodovias; – Manter vigilância sobre as crianças, mantendo controle sobre fósforos, isqueiros e líquidos inflamáveis; – Ao construir aceiros nas propriedades – faixas de terra de 3 a 15m de largura sem vegetação – eles devem ser mantidos limpos e sem materiais combustíveis.


Novas notícias a todo o instante no www.jornalbairros.com.br

Jornal do Iririú

  • Compromisso com a Comunidade - Periodicidade mensal – circulação última semana do mês.

 

Jornal DE PIRABEIRABA

  • A voz da Comunidade - Periodicidade mensal circulação última semana do mês

 

Fones: (47) 3025-4832  - 99110-4832 (WhatsApp)

E-mail  imprensa@jornalbairros.com.br

www.facebook.com/jornaldoiririu

www.jornalbairros.com.br

© 2018 por Jornal Bairros. Todos Direitos Reservados - Jornal do Iririú

  • página facebook